Desde os 5 anos que queria ser “médica dos bichos”. Também, desde essa idade, que sou fascinada pelo mar. Também, desde essa idade, que sei ler e falar Inglês, porque em vez de estar a brincar com os amiguinhos da pré, eu preferia sentar-me nas aulas da 1ª classe.

Aos 6 anos, a professora pediu aos meus pais para me passar para a 2ª classe porque já me tinha ensinado tudo da 1ª. Os meus pais disseram que não. Pode-se dizer que repeti o ano…

Aos 7 anos, e numa nova escola, descobriram que não conseguia ver bem do olho esquerdo. Descobriram, também, que é um problema sem solução e que tende a piorar com o tempo. Hoje, Maio de 2020, tenho cerca de 20% de visão.

Aos 8 anos mudei de escola, de novo, e descobri que afinal era inteligente. Tive os mesmos colegas da 3ª classe até ao 8º ano e fui vítima de bullying (verbal) durante esse tempo. Parece que usar óculos, aparelho nos dentes, ser vestida e penteada pela mãe (em fins dos anos 80, princípio dos anos 90), ter só (e unicamente) boas notas, – mesmo em Educação Física – não ajuda muito à nossa convivência social. A adicionar a isso tudo, eu nem gostava muito de estar com pessoas…preferia passar os intervalos todos na biblioteca da escola a ler.

Apesar disso, consegui ter o primeiro “namorado” aos 12 anos e dei o primeiro “beijo” – conta à mesma se tiver cuspido tudo logo a seguir???

Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *